Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




ARQUIVO - NO MUNDO DOS FAMOSOS
 


Entrevista Especial com BRUNO GAGLIASSO

 

Hoje eu entrevisto aqui “No Mundo dos Famosos” um dos maiores atores da nova geração. Ele começou a carreira de ator ainda criança quando fazia figuração em algumas novelas da Globo, depois passou a fazer algumas ‘pontas’ até que surgiu a oportunidade do SBT que o contratou para atuar na primeira versão da novela “Chiquititas”, e a partir daí, graças ao seu empenho a Globo o contratou para integrar o seus casting de atores e ele se transformou um ator de peso da ‘vênus platinada’. Foram inúmeros os personagens marcantes desse jovem ator, mas talvez o que é mais lembrado entre todos é o Zeca da novela “América”, afinal esse personagem era para ter protagonizado o primeiro beijo gay na teledramaturgia da TV Globo, mas o beijo (gravado sete vezes) foi vetado pela alta cúpula da emissora e frustrou a todos quando não foi ao ar, principalmente ao seu intérprete que nos conta nessa “Entrevista Especial” que essa ‘censura’ doeu muito e que só foi curado dessa dor quando ele viu outros atores que ele tanto admira protagonizando essas cenas que são um marco na história da telenovela brasileira. Meu entrevistado de hoje vem dando um show de interpretação na atual novela das nove, “Babilônia”, dando vida ao mau caráter Murilo e mais uma vez prova ao público e a crítica que é mais que um bom ator, é um ator espetacular. Confira a seguir tudo sobre a trajetória profissional do nosso querido e mega talentoso ator BRUNO GAGLIASSO.

“A função do ator é fazer política social e se a gente pode fazer algo benéfico para a sociedade através de nosso trabalho (já que ajuda a quebrar as barreiras do preconceito) porque não fazer?!”

(Bruno Gagliasso)

Jéfferson Balbino: Atualmente você vem interpretando com total maestria o cafajeste Murilo em “Babilônia”, mas esse não é o seu primeiro trabalho com o nosso querido Gilberto Braga, afinal você já fez “Celebridade” e “Paraíso Tropical”. O que você ressaltaria dessa sua parceria de sucesso com esse renomado autor?

Bruno Gagliasso: É maravilhoso trabalhar numa novela do Gilberto Braga que é com toda certeza um mestre da nossa teledramaturgia. O Murilo é um personagem diferente do que eu já havia feito com o Gilberto e, é um personagem muito bom, ele é muito mau caráter, um cara sem escrúpulos, pois é um explorador sexual e já está dando o que falar e tem muita polêmica que envolve ele...

Jéfferson Balbino: Podemos caracterizar o Murilo como um vilão da novela “Babilônia”?

Bruno Gagliasso: Sim... O Murilo é um vilão!

Jéfferson Balbino: “Babilônia” é uma novela que fala sobre ambição... Qual seria a maior ambição profissional do Bruno Gagliasso?

Bruno Gagliasso: Jéfferson, a ambição profissional que eu tenho é buscar sempre personagens que me faça feliz.

Jéfferson Balbino: Tem algum projeto para Cinema e/ou Teatro?

Bruno Gagliasso: Até tem, mas agora não posso falar até porque isso deverá acontecer após o termino da novela e ainda falta muito para “Babilônia” acabar e o foco agora é todo na novela e eu quero dar prioridade à novela.

Jéfferson Balbino: Pra você, o que é mais gratificante na carreira de ator?

Bruno Gagliasso: A melhor coisa do mundo para mim é conseguir fazer bons personagens.

Jéfferson Balbino: A propósito, o que te motivou a ser ator? Houve influência de alguém?

Bruno Gagliasso: Sabe que eu não sei Jéfferson... Quando eu vi eu já tinha sido pego sendo ator...

Jéfferson Balbino: Você já deu vida a inúmeros personagens marcantes como: o Caetano na minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, o Inácio de “Celebridade”, o Zeca de “América”, o Ricardo de “Sinhá Moça”, o Ivan de “Paraíso Tropical”, o Tarso de “Caminho das Índias”, o Berillo de “Passione”, o Timóteo de “Cordel Encantado”, o Franz de “Joia Rara” e o Edu da série “Dupla Identidade”. Você consegue estabelecer um vinculo afetivo com seus personagens mesmo após o término do trabalho?

Bruno Gagliasso: Sim, sem dúvidas! Cada um desses personagens que você citou estão comigo até hoje. E eu não tenho vontade de me desapegar deles, pois eles são partes de mim e sempre estarão comigo por toda minha vida.

Jéfferson Balbino: Em 2005, na novela “América”, você deu vida ao homossexual Júnior e chegou a gravar para o último capítulo a tão aguardada cena do primeiro beijo gay em novelas, porém, tal cena foi vetada. Na época, você alegou que ficou muito frustrado com a atitude da emissora em coibir a exibição da cena. Em 2014, através da novela “Amor à Vida” finalmente o público pôde ver na teledramaturgia da TV Globo uma cena de beijo gay. Após 10 anos, ainda lhe causa dor saber que a cena do seu beijo gay foi ‘censurada’ pela emissora?

 

Bruno Gagliasso: Embora eu tenha gravado 7 vezes a cena do beijo isso já não me dói mais pelo fato de já ter tido outros beijos, mas é óbvio que na época doeu muito.  



Escrito por No Mundo dos Famosos às 16h32
[] [envie esta mensagem
] []





Entrevista Especial com BRUNO GAGLIASSO

Jéfferson Balbino: Você acha que o motivo que ocasionou o veto do beijo gay que você gravou na novela “América” se deu pelo fato da sociedade brasileira daquela época (2005) não estar preparada e evoluída para assistir uma demonstração de carinho entre duas pessoas do mesmo sexo?

Bruno Gagliasso: Pra mim estava preparada, mas quem somos nós para julgarmos isso? Acho que na época já tinha e agora tem também, mas não podemos julgar que na época não tinha.

Jéfferson Balbino: A cena do beijo gay entre as personagens da Fernanda Montenegro e a Nathália Timberg em “Babilônia” não foi bem aceita pelo público conservador. Como você vê a responsabilidade da teledramaturgia em discutir um tema tão polêmico como é a homossexualidade e, sobretudo, a exibição de um beijo gay?

Bruno Gagliasso: A função do ator é fazer política social e se a gente pode fazer algo benéfico para a sociedade através de nosso trabalho (já que ajuda a quebrar as barreiras do preconceito) porque não fazer?! Nosso trabalho está aí pra isso: para abrir discussão, para abrir temas pra gente discutir e, é muito bom fazer isso na televisão que é o maior meio de comunicação e isso é inegável, pois o número de telespectadores da novela ainda é maior do que os expectadores do cinema e do teatro. E se a gente pode fazer beijo gay na televisão porque só fazer no cinema e no teatro?

Jéfferson Balbino: Após o veto do beijo gay da novela “América”, finalmente houve a exibição de beijo homoafetivo nas novelas: “Amor à Vida”, “Em Família”, “Império” e, por último, em “Babilônia”. Como você avalia essas cenas antológicas na história da teledramaturgia brasileira?

Bruno Gagliasso: Todas foram cenas maravilhosas, principalmente porque foram feitas por atores que eu admiro muito. É uma pena que demorou quase 10 anos pra gente finalmente ver numa novela duas pessoas do mesmo sexo se beijando.

Jéfferson Balbino: Mudando de assunto... Ainda existe algum tipo especifico de personagem que você sonha em interpretar?

Bruno Gagliasso: Vários...

Jéfferson Balbino: Existe algum personagem feito por outro ator que você gostaria de ter feito caso tivesse tido a oportunidade?

Bruno Gagliasso: Sim... Eu sou louco para fazer um remake de “A Viagem” para fazer o Alexandre que foi feito pelo Guilherme Fontes.

Jéfferson Balbino: Por falar em “A Viagem”, como é a sua relação com a espiritualidade? Tem alguma religião definida?

Bruno Gagliasso: Eu acredito no ser humano, no outro. Eu acredito que tudo que a gente planta a gente colhe.

Jéfferson Balbino: Como você trabalha o perfil psicológico de seus personagens?

Bruno Gagliasso: Eu tenho dois grandes preparadores de elenco que é a Kátia Cháe o Sérgio Pena. E essa preparação é feita em conjunto com eles.

Jéfferson Balbino: Geralmente como ocorre a sua composição para os seus personagens? Você busca elementos externos ou internos para criá-los?

Bruno Gagliasso: Eu acho mais que o laboratório é você estudar o perfil do seu personagem, é você entender o porquê das atitudes dele, mas depende de cada personagem, cada personagem é uma maneira.

Jéfferson Balbino: Você é um ator que assiste novelas?

Bruno Gagliasso: Lógico... Eu tenho que estar atento o que meus companheiros estão fazendo e até para entender mais de dramaturgia.

Jéfferson Balbino: E quais foram às melhores novelas que você assistiu?

Bruno Gagliasso: Sou muito fã de “O Rei do Gado” que está reprisando, pois admiro demais o Luis Fernando Carvalho, “Cordel Encantado” também foi uma novela maravilhosa. Gostei muito também de “A Viagem”, “Sinhá Moça”...

Jéfferson Balbino: Com tantos personagens marcantes que você já deu vida qual foi o que mais lhe satisfez como ator?

Bruno Gagliasso: Não existe um em específico, mas o último sempre tem um sabor um pouco mais especial, né?!

Jéfferson Balbino: O seu último personagem foi o Edu na série “Dupla Identidade”. Muito já foi especulado sobre uma possível segunda temporada do seriado, teremos o privilégio de ver você dando vida novamente ao Eduardo Borges?

Bruno Gagliasso: Vai vim muita coisa boa por aí depois da novela, vamos aguardar (risos).

Jéfferson Balbino: Bruno querido, muitíssimo obrigado por conceder essa entrevista ao “No Mundo dos Famosos”, saiba que sempre admirei muito seu primoroso trabalho. Sucesso e um grande abraço!

 

Bruno Gagliasso: Valeu Jéfferson, abração!



Escrito por No Mundo dos Famosos às 16h31
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]