Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




ARQUIVO - NO MUNDO DOS FAMOSOS
 


Entrevista Especial com JULIANO CAZARRÉ

 

A nossa “Entrevista Especial” de hoje é com um dos galãs da nova novela das nove da Globo, “A Regra do Jogo”. Na trama de João Emanuel Carneiro ele vem dando um show de interpretação como o funkeiro MC Berlô, mas antes desse trabalho teve outros destaques na televisão, no cinema, no teatro e também na literatura. O entrevistado do “No Mundo dos Famosos” dessa semana é o talentoso JULIANO CAZARRÉ

“Resolvi seguir a carreira de ator porque eu amo fazer isso na minha vida...”

(Juliano Cazarré)

Jéfferson Balbino: O que te motivou a seguir a carreira de ator?

Juliano Cazarré: Eu comecei a estudar Artes Cênicas em Brasília e não sabia no que ia dar... E daí quanto mais eu fui estudando, mais eu fui gostando e resolvi seguir a carreira de ator porque eu amo fazer isso na minha vida.

Jéfferson Balbino: Muitas pessoas acreditam que você começou sua carreira na televisão em “Avenida Brasil” devido o estrondoso sucesso, porém, você já havia atuado em “Insensato Coração”.

Juliano Cazarré: Em novelas sim, mas antes eu já havia feito “Força Tarefa”, “Som & Fúria”, “Alice”, na HBO.

Jéfferson Balbino: A propósito, como foi participar do grande sucesso “Avenida Brasil”?

Juliano Cazarré: Foi um presente... O personagem era muito bom, o texto do João era incrível e a direção da Amora era perfeita. Sorte que agora em “A Regra do Jogo” eu estou novamente vivendo outro grande presente.

Jéfferson Balbino: E até agora você só atuou em novela das nove, o que é um grande privilégio para um ator em inicio de carreira. Você tem vontade atuar nas novelas dos outros horários ou está confortável e estabilizado no horário das nove (risos)?

Juliano Cazarré: Não (risos). Quero atuar em outros horários de novelas também.

Jéfferson Balbino: Qual seu maior sonho profissional?

Juliano Cazarré: Adoraria atuar numa novela de época.

Jéfferson Balbino: E tem algum tipo de personagem que lhe proporciona mais prazer em fazer?

Juliano Cazarré: Sempre procuro fazer meus trabalhos com muito prazer, com muito amor...

Jéfferson Balbino: O que o público pode esperar do MC Berlô seu personagem na novela “A Regra do Jogo”?

Juliano Cazarré: Alegria, suingue, sensualidade, sorriso.


Jéfferson Balbino: E como foi o processo de composição desse personagem?

Juliano Cazarré: Ouvi muito funk, fui em alguns shows e tive que aprender a cantar funk.

Jéfferson Balbino: Como é o Juliano Cazarré pai?

Juliano Cazarré: Ah cara, eu procuro estar sempre presente na vida dos meninos. Quando não estou gravando a gente vai à praia, passeamos juntos...

Jéfferson Balbino: Cazarré, muito obrigado por conceder essa entrevista ao “No Mundo dos Famosos”, foi uma honra ter você aqui. Abraço e sucesso!

Juliano Cazarré: Valeu cara, abraço!

 

 

 

 



Escrito por No Mundo dos Famosos às 15h19
[] [envie esta mensagem
] []





COMPARAÇÃO por Rômulo Diniz

AS DUAS VERSÕES DE SELVA DE PEDRA

 

“Nas selvas de concreto, uma história de amor nasce, em meio aos imprevistos da cidade grande, a ambição pode falar mais alto que o amor...”. Bonita frase não acha? E, é com ela que iremos abrir o comparativo da semana, falando sobre o grande sucesso “Selva de Pedra”, da autora Janete Clair.

Em 10 de abril de 1972, era lançada a novela “Selva de Pedra”, um grande sucesso popular da autora Janete Clair, a trama inspirada no romance “Uma Tragédia Americana” de Theorore Dreiser. E no dia 24 de fevereiro de 1986, um remake da trama foi lançado pelos autores Regina Braga e Eloy Araújo, onde alguns nomes foram mudados e uma mudança de cidade, em vez da cidade de Campos, foi mudada para Duas Barras, a trama se inicia na cidade de Duas Barras, no interior do estado do Rio de Janeiro. Cristiano Vilhena, filho de um pobre pregador evangélico, se envolve numa briga com o mau-caráter Gastão Neves, que acaba morto no ocorrido. A briga é testemunhada pela artista plástica Simone Marques, que sabendo da inocência de Cristiano, o encoberta e acaba se envolvendo amorosamente com ele. Decidido a mudar de vida, Cristiano vai para o Rio de Janeiro trabalhar para o seu tio Aristides Vilhena, e Simone, pensando no seu futuro como artista plástica, vai junto com ele. Chegando lá eles se casam e vão morar na Pensão Palácio, que é administrada pela divertida Fanny. Nessa pensão, conhecem Miro, um cara de caráter totalmente duvidoso.

No âmbito do novo mundo em que vive, Cristiano conhece Fernanda, uma das acionistas do estaleiro do seu tio e noiva do seu primo Caio. A cada dia que se passa, ele se vê cada vez mais envolvido por ela. Completamente dividido entre Simone e Fernanda, Cristiano sofre pressão do vilão Miro, para terminar de uma vez seu relacionamento com Simone, nem que isso custe à própria vida dela. Pois para Miro, o casamento de Cristiano e Fernanda lhe proporcionaria a chance de ser um dos grandes acionistas do estaleiro.

Fernanda então deixa Caio para se casar com Cristiano. Enquanto isso, Miro planeja a morte de Simone. Ao persegui-la numa rodovia, Simone sofre um grave acidente e, é dada como morta. Ao saber da notícia, Cristiano fica arrasado, e com remorso, não consegue se casar com Fernanda, deixando-a no altar. Ela jura vingança a Cristiano e passa a atrapalhá-lo em todos os seus negócios no estaleiro.

Um tempo depois, Simone que sobrevivera ao acidente, retorna usando o nome de Rosana Reis, sua falecida irmã. Em uma festa, Cristiano a reconhece, mas ela o despreza e o culpa pelo acidente que sofreu. Enquanto isso, Cristiano continua sendo procurado pela morte de Gastão Neves, e só Simone pode livrá-lo da culpa.

Na obra original, Regina Duarte e Francisco Cuoco interpretaram Cristiano Vilhena e Simone Marques,onde demonstraram química perfeita, enquanto que no remake,Tony Ramos e Fernanda Torres (em rara aparição em telenovelas),viveram os protagonistas da trama, apesar das críticas sobre a sua interpretação,ela se esforçou bastante para o papel de Simone, e Tony como sempre com seu talento para o papel de Cristiano.

No time de vilões, Carlos Vereza e Miguel Falabella em uma interpretação incrível do malandro Miro, e no caso de vilã, Dina Sfat e Christiane Torloni em interpretações magníficas e perfeitas de Fernanda Arruda Campos, um grande momento para ambas na televisão.

No remake, uma insinuação de lesbianismo foi demonstrada entre Cíntia e Fernanda, mas a censura vetou a ousadia e o público rejeitou o fato, na época o diretor Walter Avancini queria impor um realismo forte na trama, mas a direção desistiu da realidade nua e crua.

Alguns personagens da primeira versão foram substituídos por outros nesta versão, como o Dr. Feliciano D'Avilla, personagem de Urbano Lóes, que foi advogado de Cristiano, na versão original, passou a ser a Dra. Ana, personagem de Suzana Faini, nesta versão. Também foram trocados os nomes de alguns personagens entre uma versão e outra: em 1972, o namorado de Walkíria (Neuza Amaral) chamava-se Sérgio (Eliano de Souza), nesta versão, o personagem passou a se chamar César (Roberto Bataglin). Na primeira versão, Diva (Dorinha Duval) se casou no final com Sales (Francisco Milani) que, na nova versão, se chamava Horácio (Henri Pagnocelli).

Suzana Faini fez o mesmo papel nas duas versões, a advogada Ana, que defendia o protagonista Cristiano da acusação que foi feita na sua cidade natal, enquanto que Francisco Dantas fez em 1972 o papel de Neves o pai de Gastão, em 1986 ele retorna como Perez, o ex-agente de Fanny.

A idéia do remake surgiu diante da dificuldade na escolha da trama, Cambalacho (de Sílvio de Abreu), seria exibida no horário nobre, mas foi remanejada pro horário das sete, enquanto que a sinopse de Barriga de Aluguel de Glória Perez iria ser exibida, mas foi engavetada e rejeitada pela emissora (a trama seria exibida 4 anos depois,em 1990 no horário das seis),dai a emissora optou em fazer um remake de grande sucesso no passado, apesar de não ser tão antiga a trama, somente 14 anos separam o remake do original.

A maga das oito sabia muito bem como conduzir a trama, com seus ganchos irresistíveis e grande talento, Selva de Pedra nas duas versões, mesmo com audiências diferentes, tiveram destaques pelo elenco e pelo talento da autora, imortalizada como obra-prima da teledramaturgia brasileira.

Espero que tenham gostado da trama e até semana que vem!

 

 

 



Escrito por No Mundo dos Famosos às 15h09
[] [envie esta mensagem
] []





Audiência por Bernardo Vieira

Análise da audiência de "Os Dez Mandamentos"


Por mais otimista que um fã da Record fosse lá em março, quando "Os Dez Mandamentos" estreou, era muito difícil prever o tamanho do sucesso que uma novela bíblica poderia fazer. Mas o aconteceu? Foi feita uma boa campanha? O produto é maravilhoso?

Fique comigo pelas próximas linhas que vamos falar sobre isso tudo. Um dos principais fatores que fizeram com que essa novela se tornasse o sucesso que é hoje foi à soma de dois fatores - o boicote feito à "Babilônia" e o desejo da "família" de assistir uma novela com temas mais leves. Claro que a Record acertou no texto e na direção de "Os Dez Mandamentos", tanto que está segurando a audiência conquistada com muito suor desde a estreia. Porém, "Vitória" (folhetim que ocupou o horário antes da novela bíblica) era muito melhor em todos os pontos que você possa levar em conta para fazer uma avaliação, mas o que acontece? "Império" estava forte, sólida e sem qualquer sinal de problemas. A atual fase que o principal produto da Record se encontra, é brilhante e próspero. Narrar todas as dez pragas do Egito, uma em cada semana e concluir tal fase com a abertura do Mar Vermelho é uma verdadeira ideia de gênio para encerrar a novela, pois não só ajuda a dar um gás nessa reta final que essa novela entra, como também aumenta a audiência consideravelmente e tornar a Record popular nas redes sociais, coisa que todos nós sabemos, não é fácil de se fazer. Com uma média geral de 14 pontos, até o mês de agosto, "Os Dez Mandamentos" é o terceiro maior sucesso que a Record já produziu, perdendo apenas para "Prova de Amor" (que hoje repete o sucesso no período da tarde) em primeiro lugar com 17 pontos, "Os Mutantes" e "Chamas da Vida" em segundo com 15 pontos respectivamente. A boa notícia é que eu tenho certeza que esse folhetim ainda vai crescer, por causa da atual fase das pragas que vem colocando a média/dia da emissora nas alturas, mas a má notícia é que, ao meu ver, para que o canal repita tal sucesso vai demorar muito tempo ainda. O sucesso de "Os Dez Mandamentos" ajuda a mostrar para o público que a Record está comprometida sim, em trabalhar e dar duro para entregar uma dramaturgia de qualidade, mas verá também que não será fácil repetir 21 pontos de pico, bem porque "Escrava Mãe" entrará no ar quando "A Regra do Jogo" já estiver forte e o horário de verão já estará ativo para corroer qualquer novidade que entre no ar neste período.



Escrito por No Mundo dos Famosos às 20h44
[] [envie esta mensagem
] []





TV Tudo por Jean Marcos Rivelles

AGOSTO, MÊS DAS ESTREIAS A SEU GOSTO!

Resultado de imagem para agosto Resultado de imagem para xuxa a regra do jogo Resultado de imagem para xuxa a regra do jogo

Terminou um dos agostos mais intensos dos últimos tempos na TV, quiçá o mais agitado. Cheio de estreias e novidades em todos os principais canais, do início ao fim do mês (literalmente). Aqui vai o exemplo de só algumas, para não citar todas.

Bake Off Brasil, apesar de ter seu primeiro programa exibido em 25 de julho, começou para valer em 1 de agosto, na tela do SBT, no embalo do grande sucesso do Master Chef (Band). Curiosamente, comandado por uma ex-Band, Ticiana Villas Boas.

Do mesmo SBT, teve a estreia da novela Cúmplices de um Resgate no dia 3, como já reportei aqui recentemente. Talvez a mais agradável das estreias, pois manteve a pegada e o mútuo sucesso das tramas infantis que o canal investe desde 2012.

Também citado na coluna da semana passada, dia 8 teve o primeiro É de Casa na Globo, com um sexteto de apresentadores. Bom para trocar ideias e agregar entretenimento, mas comprido demais, e não emplacou nas quatro edições já apresentadas.

Agora na Record, tivemos a estreia mais impactante desse agosto. Xuxa Meneghel, enfim, estreou o programa que leva seu nome no dia 17, com grande repercussão e segundo lugar isolado no Ibope. Tudo mais do mesmo, verdade, como qualquer programa de auditório. A diferença é ser "ao vivo", o que permite mais espontaneidade da Rainha dos Baixinhos, coisa que há tempos não se via na sua antiga casa global.

E literalmente, no apagar das luzes, o dia 31 marcou a aguardada estreia da nova novela das nove na Globo. Ou das dez? A Regra do Jogo, por dois dias, teve seu início atrasado para as 21h50, para "neutralizar" a concorrência, especialmente a Record, que vê Os Dez Mandamentos ser um sucesso cada vez maior. E o medo de repetir o fiasco de Babilônia (nem faço questão de opinar o final dela) foi tanto que não deu muito certo, com a sua estreia dando coincidentes 31 pontos.

Independente disso, achei uma boa primeira semana, cheia de agilidade e.... é melhor contar tudo no próximo post, dedicado sobre ela!

Setembro chegou, não chega a reservar grandes lançamentos, mas que tragam boas surpresas televisivas.

 

 



Escrito por No Mundo dos Famosos às 19h14
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]