Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




ARQUIVO - NO MUNDO DOS FAMOSOS
 


Entrevista Especial com PEDRO CARVALHO

Resultado de imagem para IMAGEM PEDRO CARVALHO

 

Hoje eu entrevisto aqui “No Mundo dos Famosos” um galã português que está sendo a sensação do momento aqui no Brasil devido sua primorosa atuação como o protagonista Miguel na novela “Escrava Mãe”, da Rede Record. Ele já tem mais de 10 novelas no currículo, já deu vida a inúmeros tipos de personagens, já foi aclamado diversas vezes pela crítica, é muito adorado pelo público português e vem conquistando cada vez mais o público brasileiro. Nossa “Entrevista Especial” de hoje é com o talentoso ator português PEDRO CARVALHO.

 “Vocês já fazem novelas há muito mais tempo e tem um orçamento muito maior... Então, isso pra mim, como ator, é muito mais confortável ter esses meios muito mais facilitados, pois vocês estão muito mais avançados do que nós”.

(Pedro Carvalho)

Jéfferson Balbino: Pedro, como surgiu seu interesse pela carreira de ator?

Pedro Carvalho: Então Jéfferson, a minha paixão pela representação surgiu desde que eu era pequeno, pois desde pequeno eu era muito apaixonado pelo mundo das artes, adorava desenhar, era muito ligado com tudo que estava relacionado ao teatro, ao cinema... Meu pai gravava, nos VHS, naquelas K7 grandes e depois nos DVD’s, os filmes para eu e meus irmãos vermos quando chegássemos em casa. E isso despertou em mim o desejo de imitar alguns personagens que eu via nos filmes. Então eu ia pra mesa, jantar, vestido com a roupa de um personagem que eu tinha visto no filme, eu tentava falar como aquele personagem, também. Tudo começou assim... Depois eu comecei a pertencer ao grupo de teatro da minha escolinha, sempre fazendo teatro, depois entrei no mundo da moda fazendo muita publicidade. Depois surgiu a oportunidade deu ingressar no mundo da representação e eu fui ser ator, fiz um curso mais sério, profissional, numa escola de atores muito conceituada aqui de Portugal, a Act For All. Depois fui para Madri estudar na Escola do Javier Bardem, uma escola que é muito conceituada lá, também. Enfim, Jéfferson, foi assim que surgiu minha paixão e os primeiros passos no mundo da representação. Mas, além de ator eu também sou arquiteto e todas essas áreas artísticas se ligam me fazendo estar sempre muito ligado ao mundo das artes.

Resultado de imagem para IMAGEM PEDRO CARVALHO

Jéfferson Balbino: Como é o processo de composição de seus personagens?

Pedro Carvalho: Essa sua pergunta é muito interessante, Jéfferson. Pois, varia muito... Tem personagens que são de mais composição e outros que são de menos composição, mas para mim todos os personagens precisam de composição, então depende muito de cada personagem, por exemplo, o Miguel de “Escrava Mãe” é um mocinho, mas que têm características muito variadas, pois é um cara muito apaixonado, têm um bom coração, é muito justo, mas por outro lado têm um desejo de vingança muito grande, então tudo que move esse personagem é um misto de emoções... Cabe a mocinha, Juliana, acalmar o coração dele, ou seja, há nele um conflito interior que é muito interessante. E por ele ser um personagem de época para compor ele eu tive que pesquisar muito a época de 1800, como era um jovem daquela época, como se vestia um jovem nobre, burguês daquele período, como era a forma e o modo dele se comportar... Enfim, tudo isso me ajudou a construir o Miguel. Mas já fiz outros personagens aqui, em Portugal, que eu fiz investigação do universo daqueles personagens para compô-los. Seguindo o tema do personagem eu desenvolvo uma série de características acerca de seu passado, de seu presente, de suas ambições, de seus segredos... É assim que eu crio a personalidade de um personagem.



Escrito por No Mundo dos Famosos às 17h20
[] [envie esta mensagem
] []





Entrevista Especial com PEDRO CARVALHO

Resultado de imagem para IMAGEM PEDRO CARVALHO

 

Jéfferson Balbino: Atualmente, está sendo exibida no Brasil a novela “Escrava Mãe” aonde você o protagonista. Como foi atuar no Brasil? E o que você ressaltaria do texto do brilhante novelista Gustavo Reiz?

Pedro Carvalho: Foi muito bom fazer novela no Brasil, uma grande e inesquecível experiência... Olha Jéfferson, eu fiquei fã do Gustavo Reiz, inclusive, já falei pra ele que eu quero fazer todas as novelas dele, porque ele é muito cuidadoso ao escrever, pois ele sempre ressaltava muito os fatos históricos não havia nada de errado no texto dele, todos os personagens tinham histórias, boas histórias... Geralmente, os mocinhos da história tendem a ser monótonos e como vocês podem perceber meu mocinho tem tudo menos isso. Graças ao texto do Gustavo Reiz e através do meu personagem Miguel eu consegui experimentar um conjunto de emoções que é incrível pra mim como ator, ou seja, tive conflitos interiores para desenvolver esse meu personagem que ora era mocinho, ora desejava vingança, enfim, a escrita do Gustavo Reiz era absolutamente maravilhosa, incrível e, por várias vezes, ao receber o capítulo eu telefonava para ele e o parabenizava. Olha que eu gravei umas doze ou treze novelas em Portugal e posso afirmar que o texto dele é o melhor texto que eu já li e interpretei. É tão maravilhoso o texto dele que, inclusive, eu já dei para vários diretores e autores aqui de Portugal ler e ver o quanto é sublime.

Resultado de imagem para IMAGEM PEDRO CARVALHO

Jéfferson Balbino: E o fato de “Escrava Mãe” ter sido inteiramente gravada antes de ir ao ar incomodou você?

Pedro Carvalho: Não incomodou em absolutamente nada. Eu confesso que isso nunca tinha acontecido comigo, mas foi uma opção da Record e da Casablanca, mas a gente confiou muito porque a gente teve uma direção incrível com muito cuidado, portanto não tinha porque ter medo. A novela é muito bonita, com um elenco super afinado, com direção e edição incrível... E foi uma boa opção da Record, pois a novela tem dado muito Ibope.

Jéfferson Balbino: Existe alguma dificuldade e/ou alguma diferença entre atuar na teledramaturgia brasileira e na teledramaturgia portuguesa?

Pedro Carvalho: Olha, Jéfferson, tanto em Portugal como no Brasil o nível de preparação de ator é muito bom. Eu como Pedro Carvalho preparando um personagem é muito parecido com os atores daí preparando seus personagens. Acontece que no Brasil vocês têm um avanço muito grande na produção de novelas diferentemente de Portugal, né?! Vocês já fazem novelas há muito mais tempo e tem um orçamento muito maior... Então, isso pra mim, como ator, é muito mais confortável ter esses meios muito mais facilitados, pois vocês estão muito mais avançados do que nós. Eu não falaria em dificuldade, falaria em facilidades, né?! Pois, a preparação que eu tive em “Escrava Mãe”, ou seja, tendo aulas de preparação, aulas de História, de canoagem, de capoeira, de esgrima, foram incríveis, pois nos ajuda muito na preparação de nossos personagens. E com isso percebe-se que há, no Brasil, um orçamento muito maior e melhor para se fazer novelas o que é absolutamente incrível que facilita o trabalho dos atores e de toda a direção e equipe de uma novela. Já em Portugal temos menos dinheiro para fazer uma produção até porque produção de época são raras aqui em Portugal, pois fazemos mais novelas contemporâneas.

Jéfferson Balbino: As novelas brasileiras sempre foram referências em Portugal. Como foi seu primeiro contato com a teledramaturgia brasileira?

Pedro Carvalho: Sim, Jéfferson, de fato as novelas brasileiras são mesmo grandes referências aqui em Portugal. Lembro que desde criança eu assisto aqui as novelas brasileiras, lembro de ter visto: “Vamp”, “O Rei do Gado”, “Pedra sobre Pedra”, “A Próxima Vítima”, “Pantanal”... Enfim, muitas novelas que, pra mim, foram referências e isso é muito engraçado, pois agora eu trabalhei e espero voltar a trabalhar com pessoas que eu vejo na tela da TV quando eu era criança, como: a Luiza Tomé, a Zezé Motta, o Jayme Periard, a Neusa Borges... Então é muito bacana isso de dividir amizade e trabalho com eles, pois aprendi, também, muito com eles. Isso é incrível!

Jéfferson Balbino: Você já atuou em diversas novelas em Portugal... Quais foram os trabalhos mais marcantes da sua carreira?

Pedro Carvalho: Aqui em Portugal minha carreira já tem 10 anos, já gravei cerca de 13 novelas, já fiz peças de teatro, fiz seriados, fiz filmes e, também, dublagens. Olha, Jéfferson, eu não consigo te dizer qual foi o trabalho desses que mais me marcou, pois tenho tido boas oportunidades aqui em Portugal, fiz muitos personagens interessantes aqui, com boas histórias e isso é muito bacana. Fiz aqui uma novela chamada “Remédio Santo” foi uma novela que fez muito sucesso, foi uma novela gênero “Roque Santeiro”, na emissora que eu trabalhei e sempre trabalho, aliás, é a emissora com maior audiência aqui em Portugal que é a TVI, e essa novela eu fiz um dos mocinhos. Era uma novela muito mística, com personagens fora do normal, com poderes... Era muito bacana e eu divertia muito gravando essa novela. E meu personagem era uma espécie de Jesus Cristo, era santo, falava com os anjos, era apaixonado pela mocinha da novela que era uma santa... Eu ganhei 2 prêmios, em 2013 e em 2014, com essa novela como melhor ator de TV. E, essa novela foi, inclusive, indicada ao Emmy Internacional e perdemos para uma novela brasileira que foi “O Astro”, mas foi incrível a gente ser nomeado. Então esse foi um dos trabalhos que mais me marcou, foi mais forte, pois trouxe frutos muito bacanas.

Jéfferson Balbino: As novelas portuguesas, também, possuem essa força cultural e social na sociedade portuguesa?

Pedro Carvalho: Claro que sim! É por isso que as novelas são – quase – todas contemporâneas. Porque normalmente os enredos se adaptam com o que esta acontecendo na realidade portuguesa. E isso faz com que as pessoas assistem às novelas e isso tem uma vertente social muito forte em cada personagem. Já fiz personagem com uma vertente social educativa muito grande o que é muito bacana.


Jéfferson Balbino: Nos enredos das novelas argentinas o beijo e o sexo gay não é mais tabu, nas novelas brasileiras somente agora o tema está conseguindo ser desmitificado. Como esse tema é visto na teledramaturgia e na sociedade portuguesa?

 

Pedro Carvalho: Eu fiz de fato um personagem homossexual em “O Beijo do Escorpião” e essa novela teve uma repercussão incrível a nível internacional, inclusive, ganhamos muitos prêmios. Fui indicado como melhor ator de TV com esse meu personagem. E as pessoas tiveram uma aceitação muito grande, pois essa história tinha uma vertente muito educativa e por isso a novela recebeu muitos elogios. Era uma história sobre dois caras que se gostavam e que viveram uma história de amor. Aqui em Portugal foi um passo na teledramaturgia portuguesa e que deu muito certo e se tornou referência até para os Estados Unidos com seus seriados americanos. É muito bacana esse tipo de abordagem em novelas...



Escrito por No Mundo dos Famosos às 17h13
[] [envie esta mensagem
] []





Entrevista Especial com PEDRO CARVALHO

Resultado de imagem para IMAGEM PEDRO CARVALHO

 

Jéfferson Balbino: Pelo que li na internet você tem planos de continuar atuando na teledramaturgia brasileira. Já tem algum projeto em vista?

Pedro Carvalho: Sim, é verdade. Eu adoraria continuar atuando aí no Brasil. Espero que isso aconteça e vai acontecer - se Deus quiser... Ainda não tenho nada em vista, mas espero que muito em breve isso aconteça. Adoraria fazer carreira entre Portugal e Brasil.

Jéfferson Balbino: Aliás, como foi e está sendo seu contato com o público brasileiro?

Pedro Carvalho: Olha, Jéfferson, assim que eu terminei de gravar “Escrava Mãe”, em dezembro de 2015, eu tive que retornar à Portugal, porque eu já tinha contrato para fazer um filme que vai entrar em cartaz nos cinemas daqui em dezembro deste ano, é uma comédia. Também, tinha trabalho no teatro com a peça “As Damas das Camélias” aonde fui o protagonista da peça e atuei com importantes atores daqui. E fiz anovela “Massa Fresca” aonde eu fui um dos mocinhos dessa novela das sete que eu terminei de gravar há cerca de um mês atrás. E fui à Nova York receber um prêmio como melhor ator sendo o ator que mais se destacou em Portugal nos últimos anos. Então, tem sido os acontecimentos de minha caminha. Ainda não consegui retornar ao Brasil, irei agora em setembro, mas tenho recebido o feedback dos meus colegas, nas minhas redes sociais e, é incrível como as pessoas torcem pelo Miguel e acarinham o Pedro Carvalho... Querem que eu retorne logo a trabalhar aí e tudo isso é incrível. Agora em setembro quando eu estiver aí vou receber de perto todo esse carinho dos brasileiros que é pra mim muito importante.

Jéfferson Balbino: Quais são seus maiores ídolos brasileiros e portugueses?

Pedro Carvalho: Então, Jéfferson, eu não te falaria em ídolos, mas em atores que eu admiro muito e que adoraria um dia contracenar, pois seria um privilégio dividir cenas com essas pessoas e aprender com elas como, por exemplo: Adriana Esteves, Fernanda Montenegro, Mateus Solano, Antônio Fagundes, enfim uma série de atores que eu admiro muito e que um dia eu gostaria de dividir cena, nem que fosse uma cena (risos) já seria incrível, pois aprenderia muito com eles. Em Portugal, felizmente, já trabalhei com a maioria das pessoas que eu admiro, como: o Eunice Muñoz, o João Perry, a Manuela Maria... São atores que eu admiro bastante e que eu já tive o privilégio de trabalhar.

Resultado de imagem para IMAGEM PEDRO CARVALHO

Jéfferson Balbino: E quais foram às melhores novelas brasileiras e portuguesas que você assistiu?

Pedro Carvalho: Olha, Jéfferson, essa é uma pergunta muito difícil, pois eu assisti muitas novelas brasileiras incríveis com autores incríveis, mas eu poderia referir as últimas que assisti: “Verdades Secretas”, do Walcyr Carrasco, que eu gostei muito. Gostei, também, de “Escrava Mãe”, é claro (risos). E vamos falar das clássicas: “O Rei do Gado”, “A Próxima Vítima”, “Avenida Brasil”, “Amor à Vida”, “O Clone”, essas são uma série de novelas que me marcaram, que marcaram muito a minha infância e marcaram, ainda, o meu percurso como ator... Em Portugal, também, é difícil falar porque eu faço parte de muitas delas (risos), mas vamos lá: “O Beijo do Escorpião”, “Remédio Santo”, enfim... foram duas grandes novelas aqui.

Jéfferson Balbino: Querido, foi uma honra imensurável ter você aqui “No Mundo dos Famosos”. Parabéns pela carreia e pelo belíssimo trabalho que você fez na novela “Escrava Mãe”. Muito mais sucesso e um grande abraço!

 

Pedro Carvalho: Jéfferson, muito obrigado por essa entrevista para o “No Mundo dos Famosos”, um grande abraço!



Escrito por No Mundo dos Famosos às 17h10
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]